Sobre orgânicos - Rancho Orgânico

Sobre orgânicos

O que é Agricultura Orgânica?

Quando você pensa sobre alimentos orgânicos, qual é a primeira palavra que surge em sua mente? Com toda certeza, saúde é uma das palavras mais associadas aos orgânicos, seguida por bem estar, natureza, meio ambiente e por assim vai…

Porém falar sobre agricultura orgânica é vai além de falar somente da saúde, é adentrar na relação do homem com a própria natureza!

É compreender que a natureza não é um combustível para o motor da economia, e sim enxergá-la como a principal forma de preservação da vida no planeta.

Tudo o que fazemos à natureza, estamos fazendo a nós mesmos. Se prejudicarmos a natureza, estamos prejudicando a nós mesmos… se preservamos a natureza, estamos preservando a nossa própria espécie.

Por definição, entendemos que a agricultura orgânica é um processo produtivo comprometido com a organicidade e sanidade da produção de alimentos vivos para garantir a saúde dos seres humanos, razão pela qual usa e desenvolve tecnologias apropriadas à realidade local de solo, topografia, clima, água, radiações e biodiversidade própria de cada contexto, mantendo a harmonia de todos esses elementos entre si e com os seres humanos.

Esse modo de produção assegura o fornecimento de alimentos orgânicos saudáveis, mais saborosos, mais nutritivos e de maior durabilidade; não utilizando agrotóxicos preserva a qualidade da água usada na irrigação e não polui o solo nem o lençol freático com substâncias químicas tóxicas.

Por utilizar sistema de manejo mínimo do solo assegura a estrutura e fertilidade dos solos evitando erosões e degradação, contribuindo para promover e restaurar a rica biodiversidade local; por esse conjunto de fatores a agricultura orgânica viabiliza a sustentabilidade da agricultura familiar e amplia a capacidade dos ecossistemas locais em prestar serviços ambientais a toda a comunidade do entorno, contribuindo para reduzir o aquecimento global.

 

Selos de certificação orgânica são importantes?

Os selos orgânicos e o processo de certificação dos produtores é um assunto que está sempre em pauta neste setor, embora ainda pequeno e enfrentando grandes adversidades, segue crescendo e se profissionalizando. Os selos orgânicos estão presentes nas embalagens de diversos produtos, mas você sabe por qual motivo eles são usados ou quais vantagens apresentam?

No Brasil, a maioria dos alimentos orgânicos são produzidos através da agricultura familiar, por pequenos produtores que muitas vezes vendem seus produtos orgânicos em feiras sem a presença do selo orgânico, porém, os revendedores maiores exigem a necessidade de uma certificação para vender o produto orgânico.

A presença do selo orgânico garante a organicidade do produto.

Ou seja, para conseguir a certificação, o agricultor teve de seguir uma série de pré-requisitos rigorosos em sua plantação, garantindo que todo o desenvolvimento do cultivo seja realizado de acordo com os manuais, sem qualquer intervenção química, desde a plantação até a embalagem final. Todo o processo de produção deve respeitar o meio ambiente e também os trabalhadores, dando-lhes condições dignas de moradia, segurança no trabalho, respeito aos seus direitos, acesso à educação, saúde, etc.

 

Quais são os principais benefícios de consumir alimentos orgânicos?

O consumo regular de alimentos orgânicos influencia de forma significativa no bem estar das pessoas. Fazendo uma alimentação baseada em frutas, legumes, verduras e cereais integrais orgânicos, certamente o organismo será muito melhor nutrido, refletindo em mais vitalidade e saúde.

Confira abaixo outros benefícios que estes alimentos oferecem aos consumidores e ao meio ambiente.

Têm menor índice de toxicidade: quando você opta por uma alimentação orgânica você está deixando de entrar em contato com produtos altamente tóxicos, cujos resíduos provenientes de agrotóxicos, fertilizantes, venenos e pesticidas é praticamente nula. Com isso diversos problemas de saúde são evitados, dos mais comuns como alergias cutâneas ou respiratórias, à distúrbios hormonais, problemas neurológicos e câncer!

Maior valor nutricional: graças a fora do cultivo, desde a preparação do solo à colheita, os alimentos orgânicos tendem a ter maior concentração de nutrientes, vitaminas e antioxidantes. O solo é a base para esse tipo de cultivo, sendo assim, quanto melhor preparado e naturalmente rico em minerais ele for, melhor as plantas se desenvolverão absorvendo esses nutrientes disponíveis. O resultado são frutas, verduras, legumes mais sadios, mais saborosos e mais nutritivos.

Ajudam na manutenção do equilíbrio ambiental: o manejo e práticas da agricultura biológica são de fato mais respeitosos ao meio ambiente e promovem a sua preservação. Todo o processo é pensado em promover o cultivo da natureza, usando de forma inteligente a irrigação, preparando bio-compostos para fertilizar e nutrir o solo, usando menos energia e maquinários, reduzindo a poluição do ar, da água e do solo. O desenvolvimento desta prática visa ser sustentável e para isso também deve preservar a fauna e a flora locais, bem como assegurar o bem estar para todas as pessoas que trabalham no campo.

São livres de transgênicos: a cultura orgânica não permite o uso de sementes transgênicas em seus manuais, afinal, estas tiveram alteração genética (DNA) laboratorial (não produzidos na natureza ou em cruzamentos tradicionais). Muitas vezes as sementes transgênicas são inférteis e necessitam de aditivos químicos para se desenvolverem. Ou seja, a transgenia vai totalmente contra o conceito do orgânico, que valoriza e objetiva culturas naturais.

 

 

Rancho Orgânico

É da nossa natureza ser Orgânico!





Endereço

Rua Santa Cruz, 557 - Bairro Alto - Piracicaba

Telefone

(19) 2532-0828

(19) 3432-7703

(19) 99670-7703

Email

contato@ranchoorganico.com.br